quarta-feira, 29 de março de 2017

PHA: Ninguém governa. A PF tomou o Governo.

A imagem da tragédia que se tornou parte da Policia Federal

.

Blog do Liberato - 29/03/2017

Preste  atenção a essa foto e faça um comentário no Blog do que você vê de trágico.

-Para começar pense em: "procurando Wally"

VIDEO: Bob Fernandes/"Reis do Rio" em cana, ou a caminho. E vale tudo para manter Temer.

Jornal da Gazeta - 29/03/2017


As mentiras desse filme misterioso começam no título: “A Lei é para todos”.

Nocaute TV - 29/03/2017


VIDEO: Rui Costa quer 100 mil com Lula em Curitiba; direita ameaça com “sangue”


VIDEO-RT: Mosul, terror silenciado

RT en Español - 29/03/2017


VIDEO-Lula: "Eu não me conformo de ver o cinismo dessa gente que aprovou a terceirização"


Confira programação nacional dos atos de sexta-feira contra as reformas de Temer

FRENTES POPULARES
Manifestações contrárias às reformas trabalhista e da Previdência ocorrerão em todo o país. "A luta é contra o desmonte da aposentadoria e da CLT", diz CUT
por Redação RBA publicado 29/03/2017 15h00, última modificação 29/03/2017 17h17
RICARDO STUCKERT
Ato_Reforma_Previdência
Manifestações no último dia 15 de março demonstraram forte repúdio às reformas de Temer
São Paulo – Com o objetivo de mobilizar a sociedade para derrubar nas ruas a agenda do governo de Michel Temer que retira direitos dos trabalhadores, a CUT, CTB, Intersindical e mais de 100 entidades que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo realizarão atos em todo o Brasil na próxima sexta-feira (31). No centro da pauta está a reforma da Previdência, a reforma trabalhista e o projeto de terceirização irrestrita aprovado no último dia 22 pela Câmara.

Helena Chagas: Setor que sofreu na carne quer processo e demissões na PF

.
Por Helena Chagas - no site Os Divergentes - março 29, 2017

Empresários e entidades ligadas ao setor da carne e de alimentos começam a respirar com o recuo de alguns países que haviam suspendido as importações do produto brasileiro. Mas consideram que o estrago da Carne Fraca foi tão grande que serāo necessários cinco anos para que o setor volte aos patamares em que estava. Nesse período, a carne brasileira deve continuar sendo vendida com deságio.

Paulo Nogueira: A infame mudança de opinião do PSDB sobre o caixa 2 de Temer na campanha.

por Paulo Nogueira - no DCM - 29/03/2017

Caras de pau
Caras de pau
Indecente.
A atitude do PSDB na questão da eventual cassação pelo TSE da chama Dilma e Temer é simplesmente abjeta.
Lembremos.
Em sua louca cavalgada golpista, o PSDB reivindicou depois da derrota nas urnas que a chapa vitoriosa fosse cassada.
Era um dos primeiros capítulos do golpe. O PSDB acusava os vencedores de terem usado caixa 2 na campanha.
Eram dias em que os tucanos, completamente protegidos pela mídia, ainda posavam de puros.
Verificou-se depois que o PSDB utilizara também — quem não? — caixa 2 em escala industrial.
Resultado de imagem para Boaventura de Sousa Santos
Boaventura de Sousa Santos
por Jáder Santana - TLAXCALA - 28/03/2017

Cientista social Boaventura de Sousa Santos lança A Difícil Democracia e reflete sobre ascensão do conservadorismo em um mundo cada vez mais desiludido com o projeto social dos governos de esquerda

Em seu novo livro, publicado no Brasil no fim do ano passado, o cientista social português Boaventura
dos Santos fala de “reinventar as esquerdas”. Com uma visão globalizada, lança luz sobre possíveis paralelos entre a ascensão dos movimentos Occupy e os desafios da Venezuela pós-Chaves. Vai da Revolução Cubana às experiências com os refugiados no Sul da Europa. Sinaliza para uma democracia desgastada, mas que segue caminhando em direção a um ponto ainda incerto.

Após atuação política de exceção, é necessário repensar o Poder Judiciário

Resultado de imagem para mantle
.
por Osvaldo Estrela Viegaz - no Justificando - 28/03/2017

A Constituição Federal de 1988 foi classificada por Ulysses Guimarães como a “Constituição Cidadã”, em evidente contraponto com a até então vigente Constituição Federal da Ditadura Militar outorgada em 1967 e que continha em suas disposições ainda o autoritarismo dos 17 Atos Institucionais. É considerada por muitos como um marco da redemocratização e garantia de direitos que, outrora, foram ignorados e transgredidos pelo Estado autoritário vigente.

Frigorifico demite 300 em Curitiba. É a carne dos fracos

POR  · 28/03/2017

jaragua
.
Os 300 funcionários da unidade curitibana do frigorífico Peccin Agro Industrial, investigado na Operação Carne Fraca, foram comunicados hoje de que serão demitidos até o fim da semana, de acordo com o que  sindicato que representa os trabalhadores na cidade, noticia o G1.
Já estão na mira também os 180 trabalhadores da unidade do frigorífico em Jaraguá do Sul, na região de Joinville.
O frigorífico Souza Ramos, interditado também, anunciou que fechou as portas e demitiu os 140 funcionários de sua fábrica em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na semana passada.
A carne mais fraca é a dos trabalhadores, cortada impiedosamente.

Renan Calheiros comanda rebelião do PMDB contra a terceirização

por Renan Truffi — na Carta Capital - publicado 28/03/2017 19h31, última modificação 28/03/2017 20h10
Em nota, parte da bancada do partido no Senado critica o projeto aprovado na Câmara. Lei vai criar o "boia-fria pontocom", afirma o parlamentar
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Renan Calheiros
Calheiros resiste à reforma de Temer
O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, comandou nesta terça-feira 28 um movimento na bancada do partido contra o projeto da terceirização aprovado na Câmara dos Deputados na última semana. Com apoio de outros oito senadores da legenda, Calheiros divulgou uma carta na qual pede ao presidente Michel Temer para não sancionar a proposta que “precariza as relações de trabalho, derruba a arrecadação, revoga conquistas da Consolidação das Leis do Trabalho e piora a perspectiva de aprovação da Reforma da Previdência”.

terça-feira, 28 de março de 2017

VIDEO-Dossier con Walter Martínez: OEA Venezuela

Apolinar Rea - 28/03/2017


PMDB no Senado racha: Parte da bancada é contra terceirização ampla e irrestrita

.
VIOMUNDO - 28/03/2017

Vinte dois parlamentares integram a bancada do PMDB no Senado.
A maioria dos presentes à reunião do grupo, nesta terça-feira (28/03), se posicionou contra a sanção do projeto que libera a terceirização para todas as atividades.
São nove, da esquerda para a direita da fotomontagem acima:  Renan Calheiros (AL), Eduardo Braga (AM), Wladimir Moka (MS), Kátia Abreu (TO), Marta Suplicy (SP), Hélio José (DF), Elmano Férrer (PI), Rose de Freitas (ES) e Simone Tebet (MS).